A Rosário e os gatos ( e vivam as 6ªs feiras )!


Gulbenkian, mais uma vez


Bairro do PRODAC*, Lisboa Oriental



Não é bonito, nem corresponde (na minha opinião), à bucólica descrição de "um conjunto de casas no meio do arvoredo, que se assemelha a uma pequena aldeia no meio da cidade"  do site da Junta de Freguesia de Marvila. Mas tem  uma intensidade muito própria e o encanto irrresistível duma população envelhecida que vive em estreita comunhão e convivência.Cada casa é uma vida, cada janela é uma história. Escolhi  este beco, com "O sonho de Laurinda e Filipe", mas a minha maior atenção foi para a senhora que, num vai vem incansável, estendia a roupa no estendal.É tão bom desenhar pessoas e ir construindo e fantasiando a sua história...
Senti-me aqui muito bem, todos foram  super simpáticos e apetecia-me ter ficado todo o dia por ali. Gostava de lá voltar!
*Associação de Produtividade na Auto Construção


Teatro Ibérico, lisboa Oriental

Estes desenhos tiveram todos os ingredientes : amigas, tempo, cadeiras, conversa sombra, boa disposição e vinte e poucos graus de temperatura. Se ficaram mal, não há desculpa possível:))

Enquanto a Sofia acabava o dela, desenhei o resto da rua, rapida e despreocupadamente. Foi uma tarde muito boa!


Cerealis-Lisboa Oriental


Antiga fábrica da Tabaqueira- desafio Lisboa Oriental



De novo em Galway, à porta do Tig Coili, o pub mais animado de sempre




Mayo

É incrível como andando 50 km a paisagem pode mudar tanto... Aqui a vista da nossa casa em Mayo, um "country side" muito muito bonito



Achill Island

A caminho de mais uma ilha, uma página de desenhos feitos no carro, em andamento, como gosto de fazer
 Depois, um desenho do que é uma praia do norte, tão diferente dos nossos Alagarves

Clare Island

Adoro andar de barco. Não podia acabar estas férias sem uma viagem por estes mares. Escolhemos a ilha de Clare, contrariando por uma vez na vida o Guide du Routard, que não era muito animador. Foi o meu dia preferido: a  ilha é linda, tem uma praia que parece tropical, os mais corajosos tomaram banho, fizemos belíssimos passeios a pé e desenhei, desenhei, desenhei..., 




Louisbourg

Na casa de Louisbourg era impossível não desenhar a vista, que  mais irlandesa não podia ser: sol, chuva, verde e ovelhas!

 Perante o ar de tédio do Vasco, os nerds do Game of Thrones (Luís e Pedro) viam o último episódio ao vento e ao frio, no único sítio com net


Dublin com Guiness

A visita à fábrica da Guiness é, em Dublin, quase obrigatória. Do último piso avista-se a cidade, e os enormes armazéns e silos em que é feita a poção mágica! Tive pena de só poder fazer este desenho à pressa. Apetecia fazer muitos mais!


TempleBar- a zona mais turística da cidade, mas onde ainda se passam bons bocados!
 
E, para variar, mais um pub e mais uma Guiness. (Não,o sr. de pé não é o Cavaco Silva!)

Dublin




Em Dublin, estava a decorrer o festival de Rock'n'roll.
 As roupas, a  música ao vivo e as danças ,  transportavam-nos   no tempo.
Primeiro achei que era impossível desenhar . Mas depois não resisti, e atirei-me de cabeça (a desenhar, não a dançar:)). E em muito más condições, como se vê!










  

The Buren, Kilmacduagt, 7th

Depois apanhámos o Pedro em Dublin, e voltámos a ser cinco :)))



Galway Street Club


 Galway é uma cidade de músicos e de Street Art por excelência. É das cidades mais animadas onde já estive. Os Galway Street Club são uma banda de muuuiiitos músicos, com uma energia esfusiante e, mesmo fazendo estas figuras ( :D) , não resisti a desenhá-los. !Os meus amigos de cabelos cor de fogo, tão vibrantes quanto a sua música, viram o desenho, assinaram por cima das respectivas cabeças e pedriram que lho enviasse !





The Burren

Um grande dia, com dormida em Kilfennora, e um passeio pelo Buren, por Igejas Celtas, cemitérios , muita Guiness e pôr do sol nos Cliff of Moher...
 Um enorme dolmen no desértico Burren
 Às vezes é giro abrir o caderno e ver o resultado:

Em viagem, gosto muito de escrever mini diários, só com as coisas básicas dos dias, e ilustrá-los com minidesenhos que ajudam a avivar as memórias.
  

Dingle

De Fenit partimos para grandes passeios na selvagem, verde e marítima, península de Dingle. Antes de um longo passeio a pé, um café nesta inacreditavelmente bela esplanada.



Mais tarde, e porque este dia foi longo e não deu tempo para desenhar, fiz ainda estes desenhos sobre esta viagem a Dingle.