Bats, Again...

Não podia passar mais um ano académico sem o meu desenho da praxe  (passo o trocadilho:)).
Não vale a pena fazer de novo uma prosa. É sempre o mesmo, todos os anos...e sempre a mesma também, a minha revolta!