Tudo é melhor que nada!

Hoje às cinco da tarde passei no Largo Camões onde, sob o olhar atento do poeta, estava a haver uma manifestação de solidariedade e de indignação com o sucedido em França. Era uma "manif" muito pequenina, tristonha e silenciosa...enfim, era um "Je suis Charlie" à portuguesa mas, na verdade, tudo é melhor que nada...