A riqueza das salas de espera...

Nas salas de espera de hospital as horas passam devagar, mas as personagens de fundo ajudam a passar o tempo!
Uns jogam jogos absurdos, outros espreitam o telemóvel dos vizinhos, outros dormitam... 


Enquanto alguns homens lêem o jornal, há velhotas que remexem incessantemente nas carteiras... uns ficam em silêncio, e muitos metem conversa com o vizinho do lado...
Alguns não resistem e adormecem profundamente...e uma senhora incansável, mestra na arte de fazer voz adoentada, liga a meio mundo e, fungando e pigarreando anuncia "Estou aqui nas urgências, vim pedir mais baixa filha, que não me sinto nada bem.."