1 de Agosto, Reykjavík

Reykjavik tem imensos cafés muito confortáveis e quentinhos, com sofás e móveis antigos como as casas das avós, e com wi-fi ou seja, com todos os ingredientes para poder desenhar sem chatear ninguém :)


A vida aqui é muito cara, mas  sobrevive-se bem com a ajuda de supermercados, onde os preços são normalíssimos... 
À noite, há esplanadas com mantas quentinhas e boas vistas, sempre ao maravilhoso lusco-fusco tão próprio dos países em que a noite escura quase não chega.