Desenho Cego e Desenho Zarolho

Hoje o Pedro Loureiro ensinou-nos muita coisa sobre desenho cego e propôs, entre outras coisas, que desenhassemos pessoas com recurso a esta técnica.
Nos primeiros desenhos tentei cumprir à risca as instruções: NUNCA olhei  para o papel e raramente interrompi a linha ou levantei a caneta.


Dados os resultados desastrosos -   e ficam aqui as minhas desculpas aos modelos :) - nos segundos desenhos não resisti a um pouco de batota  e  olhei de vez em quando para o papel, para posicionar a mão...Não foram cegos mas, pelo menos, foram  desenhos "zarolhos"...
     E no último, com as pressas, tive que abrir um olho. ;)...