São Pedro de Moel

 São Pedro de Moel é uma  praia  atlântica, que foi doada por D. AfonsoV ao Conde de Vila Real, em 1463.O último herdeiro, o Duque de Caminha morreu em 1641 e consta que a sua mulher  ia  todos os dias chorar a sua morte num imponente rochedo, que passou a chamar-se Penedo da Saudade. 
Foi neste penedo que se construiu, mais tarde,  um enorme  farol com o mesmo nome, ainda hoje a funcionar.
Na Avenida do Farol - e não só -há casas lindíssimas, dos anos 50 que, felizmente, resistiram intactas e bem  conservadas às diversas modas arquitectónicas posteriores. 
Assim, abrigada  entre o mar, o pinhal  e o nevoeiro (!), S. Pedro de Moel parece ter parado no tempo. É, para mim, o mais nostálgico dos lugares . Não fossem as emblemáticas  piscinas da Promoel (onde aos 6 anos aprendi a nadar, em gélidas aulas às nove da manhã) terem fechado,  diria que estava em tudo igual ao que era na minha infância. 
A "Volta aos 7" continua lá, a "Volta aos 5" também, as "Árvores", o "Canto do Ribeiro", a esplanada do  "Bambi"...Tudo igual! Quem sabe, se eu fechar os olhos,  aparece a  Rosa dos Bolos ou o Sr.Manel da Bolacha Americana?