No Chiado com Seu Jorge

Bebi  um café na Benard. Cheirava a castanhas assadas e alguém cantava  o "Tive razão" do seu Jorge. Estava-se muito bem.