新年好

Aqui ficam os meus desenhos das celebrações da passagem do ano chinês, ontem, no Martim Moniz, em Lisboa. Antes de sair de casa, e prevendo  que tudo fosse muito colorido, lembrei-me de atirar umas ecolines para a mochila para, quem sabe, dar mais força às aguarelas. Foi boa ideia, porque a cor foi o ponto forte da tarde, embora as minhas costas estejam a dizer o contrário!
Só gosto destes desenhos porque -  acidentalmente e  talvez por causa das cores - me fazem lembrar aqueles cartazes históricos  de propaganda da República Popular da China, que exaltam a felicidade do povo e a glória da nação!
Tirando isso, estão bastante atabalhoados, excessivamente imperfeitos e mal acabados. Mas não faz mal,  já deixei de ter vergonha:)
Ainda por cima, por causa deles, falei com uma série de pessoas chinesas e portuguesas, que iam metendo conversa enquanto me viam a pintar,  ouvi histórias divertidas e divulguei os USkP a todos os que me perguntaram porque havia tanta gente a desenhar.
E, por causa deles também, conheci a Karine Kuschnir, que está cá no âmbito do Um ano a desenhar para o futuro 2017.
Como dizem os brasileiros: VALEU!