O meu escritório é no Ritz

Esperava ver um hotel cheio de turistas ricos, ou melhor muito ricos, que vem visitar Lisboa numa espécie de turismo de elites.
Mas não. Curiosamente, pela manhã, vêem-se  no lindíssimo Ritz dezenas de homens formalmente vestidos, que se espalham com os seus computadores, ipads e iphones pelos elegantes sofás. E falam alto, promovem serviços, propõem negócios, agendam jantares!  Adivinho em tudo isto um colorido artificial, como se  muitos deles  estivessem apenas a representar um papel - o papel do homem de negócios de sucesso. São personagens que, duma forma um pouco maníaca  quase delirante,  parecem apoderar-se deste espaço  como sendo seu - o seu escritório!- e aos quais a elegância e o glamour do ambiente lhes parecem emprestar uma auréola de grandiosidade que alimenta as suas fantasias de sucesso, triunfo e glória!
Ou talvez não seja nada disto...:)