Tchai masalaaaaaaa...

Pouco passava das seis da manhã. O comboio iria viajar 55 horas seguidas, mas só fariamos 15, e chegariamos a Chennai , com sorte, não muito depois das dez da noite.
Escolhemos a "Second Class AC", uns compartimentos com  assentos que se transformam em camas e dois beliches, separados do corredor apenas por umas sedosas  cortinas azuis.
Cheios de sono, o Vasco o Pedro e o Luís deitaram-se imediatamente, ainda antes de nos terem trazido cobertores, lençois e fronhas brancas, tudo  imaculadamente lavado e engomado.

Assim que o comboio arranca, começa o desfile ininterrupto de funcionários do comboio que apregoam doce e melodicamente o que  têm para vender: chá, café,  Masala Chai, (chá com cardamomo, cravo, canela, anis , gengibre e leite)  etc.. Ao fim da manhã, os pregões mudam e o que se ouve agora é um cantarolar de red omelet, veg curry, chicken biryani, veg biryani, chicken curry, samosa que surpreendentemente dura toda a viagem e que é impossivel não ouvir na minha cabeça, ainda hoje, sempre que penso neste dia. Há memórias de vários tipos. A mais forte  desta viagem é seguramente a auditiva!

 Mas não se viaja de comboio sem passear por todas as carruagens.
Janelas e portas, tudo aberto, ventoinhas e correntes de ar, fazem destes compartimentos sem ar condicionado um local fresco, onde praticamente só  viajam homens, comodamente sentados ou deitados, mas ....todos com os pés ao léu :).
 O comboio abana muito, os riscos ficam tremidos, tenho cinco pares de olhos a espreitar despudoradamente o  caderno por cima dos meus ombros, mas não será isso que me impede de tentar mais um desenho: